Chá de gengibre: tudo o que você precisa saber! – Beleza e dieta

Chá de gengibre: tudo o que você precisa saber!

O gengibre é provavelmente um dos superalimentos mais populares do nosso planeta, e podemos atribuir isso tanto ao seu sabor particular, quanto aos seus inúmeros benefícios para a saúde. O chá de gengibre é particularmente popular. 

De fato, é muito versátil e fácil de usar em bebidas e preparações, e oferece benefícios incríveis para a saúde.

Para ajudar você a entender mais sobre o chá de gengibre, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Então, para que serve e como consumir gengibre?

Disponível em pó (moído), fresco, em cápsulas ou em sucos e limonadas como ingrediente que dá personalidade à bebida, o gengibre tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e contém compostos terapêuticos como gingerol, shogaol, paradol e zingerona, que são responsáveis por uma grande quantidade de seus benefícios.

O gengibre geralmente é confundido com açafrão por sua forma e imagem. A verdade é que eles estão intimamente relacionados junto com o cardamomo. O caule subterrâneo da planta de gengibre é conhecido como raiz de gengibre e é bem conhecido por suas propriedades medicinais.

Por milhares de anos, os benefícios para a saúde do gengibre foram documentados em todo o mundo, como nos antigos textos chineses, romanos, gregos, árabes e sânscritos.

Informações nutricionais sobre gengibre

100 gramas de gengibre cru têm aproximadamente:

  • 80 calorias
  • 17,8 Grs. de Carboidratos
  • 1,8 Grs. de Proteínas
  • 0,7 Grs. de Gordura
  • 2 Grs. de Fibra Dietética
  • 12% de potássio
  • 11% de Cobre
  • 11% de manganês 
  • 11% de magnésio
  • 8% de Vitamina C
  • 8% de Vitamina B6
  • 4% de niacina
  • 3% de Fósforo
  • 3% de Ferro

Mas quais os benefícios do chá de gengibre?

O gengibre contém mais de 400 compostos diferentes, entre os quais se destacam carboidratos, lipídios e compostos fenólicos. 

Também interessante é o seu conteúdo em aminoácidos, fibras, proteínas, fitoesteróis, vitaminas e minerais, bem como a presença de constituintes aromáticos e óleos essenciais voláteis que lhe dão seu cheiro e sabor característicos.

Como muitas outras ervas medicinais, muitas das informações que você tem sobre gengibre foram transmitidas de boca em boca, até recentemente com poucas evidências científicas para explicar e apoiar todas essas alegações. 

Mas nos últimos anos, a atividade científica em torno desta planta tem aumentado, até que atualmente tem informações concretas sobre gengibre e seus diferentes componentes.

Abaixo estão os principais benefícios do chá de gengibre cientificamente comprovados:

Antioxidante

A raiz de gengibre contém altos níveis de antioxidantes, superados apenas por outros alimentos, como romã e alguns tipos de bagas. Ajuda a reduzir a atividade dos radicais livres, portanto, reduz os danos celulares e ajuda no envelhecimento saudável.

Anti-inflamatório

O gengibre também é atribuído à capacidade de reduzir inflamação, inchaço e dor. Alguns estudos foram realizados que apoiam a eficácia do gengibre na redução da dor e rigidez em pacientes que sofrem de osteoartrite. 

O gengibre cru está relacionado às propriedades anti-inflamatórias e inibitórias da produção de citocinas pró-inflamatórias.

Náuseas leves e alívio de vômitos

Um dos usos mais comuns é aliviar vômitos e náuseas relacionados à gravidez, quimioterapia e alguns tipos de cirurgia.

Propriedades antibacterianas

O extrato de gengibre pode inibir o crescimento de alguns tipos de bactérias, como E.coli, staphylococcus, estreptococos e Salmonella. 

Também está associado à eficácia contra bactérias orais que causam doenças inflamatórias gengivais, como gengivite e periodontite.

Alívio da dor

O tubérculo é rico em óleos voláteis que contêm o componente ativo gingerol. 

Acredita-se que este composto anti-inflamatório seja responsável pelo motivo pelo qual as pessoas com artrite reumatoide sentem algum alívio em seus níveis de dor e melhoram sua mobilidade com o consumo regular de gengibre.

Ajuda no desconforto gastrointestinal

O uso medicinal mais popular do gengibre é tratar o estômago graças ao fato de que melhora o esvaziamento gástrico, o que, por sua vez, ajuda a controlar a dor de estômago, inchaço e gases.

Melhora a resistência à insulina e acelera o metabolismo

A ingestão regular pode reduzir os níveis de açúcar no sangue, embora mais estudos em humanos sejam necessários para confirmar esses resultados.

Atividade anticancerígena

O gengibre tem despertado grande interesse nas possíveis aplicações terapêuticas desta raiz e seus componentes para a prevenção do câncer. 

Essa capacidade estaria relacionada à presença de inúmeras substâncias fitoquímicas dietéticas e medicinais. Por exemplo, a eficácia do gengibre na prevenção do crescimento de vários tipos de câncer, como linfoma, colo retal, mama, pele, fígado e bexiga, tem sido estudada.

Função cardiovascular

O gengibre também ganhou interesse por seu potencial para tratar vários aspectos das doenças cardiovasculares. 

Os efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes, antiplaquetários e hipotensores desse condimento foram demonstrados in vitro e dados em animais. Mas os resultados em humanos ainda são inconclusivos.

Melhor fresco do que seco

O composto bioativo, gingerdiol (semelhante ao das pimentas, capsaicina), é o mais abundante em gengibre em sua forma fresca. Embora não tenha sido demonstrado que este composto não seja afetado pelo calor do cozimento, é aconselhável usá-lo fresco para obter mais benefícios.

Ao comprar gengibre fresco, a melhor opção é escolher aquele com pele macia e sem rugas. Em casa, é preferível armazená-lo em um saco plástico na geladeira ou freezer. É importante descascar o gengibre fresco antes de consumir. Outra opção para obter gengibre fresco é comprá-lo moído.

Gostou de saber mais sobre o chá de gengibre? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.