Óleo de coco: o que é e quais os benefícios? – Beleza e dieta

Óleo de coco: o que é e quais os benefícios?

óleo de coco não é apenas uma moda passageira. Este produto triunfa tanto entre os amantes de alimentos naturais quanto entre aqueles que não ligam para isso. E, de fato, há muitos benefícios e propriedades deste óleo vegetal.

Sólido, líquido, cremoso, cru e cozido. Em todos os seus estados, o óleo de coco tem sido usado para fins não apenas estéticos, mas também no campo da saúde.

Para ajudar você a entender mais sobre o óleo de coco, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

O que é o óleo de coco?

óleo de coco extra virgem é obtido após pressionar a polpa de coco fria, sem qualquer processo físico ou químico. A coisa mais importante a fazer com ele é filtrá-lo para evitar que pedaços de polpa que não foram bem pressionados durante o processo se formem.

No entanto, uma série de agentes químicos ou variações de temperatura são usados para fazer óleo de coco refinado, dependendo do procedimento. 

Algumas das razões pelas quais este óleo é refinado são para hidrogená-lo e garantir que ele permaneça sempre líquido, eliminar seu cheiro ou sabor, branqueá-lo… 

Além disso, para conseguir isso, o óleo de coco de menor qualidade geralmente é usado. Essas razões fazem com que os especialistas desaconselham seu consumo, especialmente na cozinha.

óleo de coco virgem ou extra virgem tem propriedades antioxidantes. Em um estudo com roedores, ele parecia reduzir o estresse. Assim, pesquisadores acreditam que o óleo de coco virgem pode ser útil para tratar alguns tipos de depressão.

Quanto à sua composição nutricional, o óleo de coco contém minerais, como o ferro, além das vitaminas E e K. Também contém inúmeros ácidos graxos, como ácido láurico, palmítico, linoleico e oleico.

Principais usos do óleo de coco na cozinha

  • Como substituto do açúcar para preparar sobremesas ou smoothies.
  • Como substituto da manteiga de torrada.
  • Para assados, salteados, wok e churrascos.

No entanto, não devemos perder de vista suas calorias e que, sendo uma gordura saturada, elas são mais resistentes à oxidação e polimerização do que o girassol e os azeites.

Mas quais os benefícios do óleo de coco?

De fato, temos o direito de nos perguntar sobre benefícios, lendo as supostas características anteriores que atualmente não são comprovadas ou completamente falsas. No entanto, o óleo de coco, no entanto, tem virtudes reais que justificam amplamente comprá-lo e consumi-lo.

Óleo de coco e SARS-CoV-2

Em 2020, os primeiros experimentos de pesquisa realizados nas Filipinas garantiram que os compostos virgens de óleo de coco diminuíssem a carga viral do coronavírus entre 60% e 90%, além de permitir que a resposta imune contra a COVID-19 fosse regulada para cima.

Antioxidante natural

Outra vantagem de incluir o óleo de coco virgem na dieta é que o estresse oxidativo é reduzido, como afirmado em um estudo realizado pela Universiti Putra Malaysia, uma vez que é rico em triglicerídeos de cadeia média e ácido láurico.

Além disso, ajuda na perda de peso e diminui a síndrome metabólica graças aos MCTs que possui, o que faz com que o gasto energético que uma pessoa tem diariamente aumente em até 5%, de acordo com um estudo de Madri.

Saúde cardiovascular

Está provado em estudos de curto prazo que o óleo de coco ajuda a aumentar os bons níveis de colesterol (HDL), o que afeta a saúde do coração. 

Além disso, outro estudo realizado com 116 pacientes com doença coronariana mostrou que uma dieta rica em óleo de coco também ajuda a diminuir o nível de colesterol ruim.

Doenças cerebrais

De acordo com vários estudos, o óleo de coco ajuda gradualmente pacientes com distúrbios cerebrais, como a doença de Alzheimer.

Além disso, permite melhorar as habilidades cognitivas, especialmente nas funções de linguagem e orientação após o consumo, graças aos seus ácidos graxos. O estudo foi realizado pela Universidade Católica de Valência.

Às vezes, é difícil diferenciar na velhice entre Alzheimer, que vem com mudanças de humor, e depressão, que pode incluir esquecimento.

Problemas de caspa e hidratação

Entre seus benefícios está o fato de ajudar a reduzir a caspa, isso graças às suas propriedades fungicidas; sem contar que, após o uso, o cabelo fica mais hidratado.

Além disso, ajuda o cabelo a crescer saudável, brilhar, reduzir a perda de proteína e a proteção. Portanto, o óleo de coco está na lista de ingredientes em certos produtos capilares, como xampu, condicionadores ou tratamentos capilares.

Cuidados com a pele

Em relação à hidratação, isso não é apenas para cabelos, mas também ajuda a pele em geral, incluindo áreas onde há descamação. 

Esse problema geralmente ocorre, por exemplo, em cotovelos e joelhos, partes que esquecemos precisam de hidratação contínua e que podemos melhorar se usarmos óleo de coco.

Conclusão

Nos últimos anos, houve um verdadeiro hype em torno do óleo de coco, que poderia curar praticamente tudo e qualquer coisa e seria bom fora e dentro do corpo. 

Se formos além do marketing e recorrermos a estudos científicos robustos, poderemos ver que o quadro é muito mais sutil. Em resumo, o óleo de coco, como muitos óleos vegetais, é bom, mas em pequenas doses e não deve ser usado todos os dias, seja no corpo ou na cozinha.

Gostou de saber mais sobre o óleo de coco? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.